Visitante pode experimentar a Internet das Coisas no Museu do Amanhã

internet dbug vivo conectado

DBUG e a internet das coisas.

Você já parou para pensar como será o mundo nos próximos 50 anos? E a sua vida? É mesmo difícil imaginar, ainda mais com a velocidade que as coisas evoluem hoje em dia. É exatamente estes questionamentos que viagra naturel femme effet o Museu do Amanhã, na região portuária do Rio de Janeiro, traz para a sociedade; além de mostrar as transformações que vivemos diariamente e que caminho podemos seguir nessa próxima metade de século – tudo, claro, regado a muita tecnologia.

Se você parou para pensar nesses próximos 50 anos, certamente não resta dúvida que a Internet das Coisas fará cada vez mais parte das nossas vidas daqui pra frente, não é mesmo? Levantamentos sugerem que, em 2020, já serão 50 bilhões de objetos conectados. E com o compromisso de ajudar a digitalizar o Brasil,

a Cisco, em uma parceria tecnológica com o Museu do Amanhã, criou o programa “DataSensing: Experiências em Internet das Coisas” dentro do Laboratório de Atividades do Amanhã.

Os visitantes tadalafil ou cialis poderão experimentar a Internet das Coisas, e como ela pode impactar a vida cotidiana e das cidades, de maneira fácil e intuitiva. Além de usar a Computação em Nuvem através do Cisco Data in Motion, que agrega inteligência aos objetos conectados através da própria rede de comunicação.

O kit é composto por duas partes: uma placa com sensores físicos e o software DevIOT. No programa, cada ícone representa um elemento tecnológico necessário para o desenvolvimento de uma solução de Internet das Coisas; é tudo muito fácil, basta arrastar e soltar para criar um projeto. Os participantes poderão, por exemplo, fazer uma luminária conectada que acende por sensor de proximidade…

Para tornar a experiência mais visual, este painel de LED transforma em visualizações artísticas a representação dos dados coletados pela plataforma Cisco no Porto Maravilha e sensores em tempo real.

O objetivo maior da Cisco, pensando no futuro, é incentivar o ecossistema de inovação em Internet das Coisas através da criação de soluções criativas. Em outras palavras, a ideia é desmistificar o tema e tornar a Internet das Coisas definitivamente mais paupável para todos…

A parceria entre a Cisco e o Museu do Amanhã permitirá que artistas digitais, desenvolvedores de aplicativos, engenheiros, http://www.cialispharmaciefr24.com/acheter-de-la-cialis/ estudantes, pesquisadores e outros profissionais tenham acesso à plataforma conectada da Cisco no Porto Maravilha e aos dados coletados em tempo real. Será possível criar novas soluções para a cidade e a experimentação de soluções que transformam a vida dos cidadãos em ambientes urbanos. Além de fornecer tecnologia de colaboração e de Telepresença para conectar o Laboratório, o Observatório e o Auditório do Museu com o mundo.

Créditos: Olhar digital

.